segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

As metas para a construção do novo ano

Todo final de ano nos perguntamos o que fizemos do ano que se encerra, será que conseguimos tudo o que planejamos anteriormente? O que fizemos de mais significativo, o que deu errado? Vários questionamentos importantes e necessários para conseguirmos começar o novo ano. Sim, precisamos abrir mão de muitas coisas que não deram certo, ou rever nosso planejamento e descobrir em que momento erramos. As metas sempre são revisadas até para nós conseguirmos seguir nosso caminho e as nossas realizações.
Fizemos uma lista do que queremos para esse novo ano. Mas como buscar cada uma dessas coisas? Acredito que de imediato podemos pensar em como organizar nossas metas. Existem as metas de curto, médio e longo prazo. As de curto prazo se referem ao que podemos fazer quase de imediato, coisas que ficaram paradas, engavetadas mas só dependem de nós e da disposição em realizá-las. São metas que podemos concluir em dois meses. As metas de médio prazo dependem mais da nossa energia, seria algo em torno de um semestre para conseguirmos. O que podemos construir em seis meses para alcançar nossos objetivos? E as mais complexas, as de longo prazo, indicam aí no mínimo um ano para a realização, e muitas vezes dependem muito da gente se lançar mais ao inesperado do mundo, sairmos do conforto que vivemos e pensarmos em coisas novas, e até mesmo, a mudança de comportamentos recorrentes que nos impedem de seguir.
O que é bem importante nessa estruturação é que as metas não sejam desestimulantes. Precisamos de estímulos, de atividades que nos impulsem à vida, e a lutar pelos nosso objetivos. A construção, passo a passo, do nosso sentido de vida é que nos move. As metas podem ser revisadas e adaptadas, mas acima de tudo precisamos de coragem – palavra tão difícil quando se refere a conquistas – e a certeza de que tudo o que escrevemos naquela lista nos faça sentido e nos dê significado à nossa vida.

Vamos construir nosso amanhã! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário