segunda-feira, 8 de novembro de 2010

O segredo dos seus olhos (El Secreto de sus Ojos)

É sempre um prazer assistir ao cinema argentino. Eles conseguem nos mostrar temas universais e com a sensibilidade que muito falta aos roteiros do grande circuito. Outra parceria do diretor Juan José Campanella (O filho da noiva) e o ator Ricardo Darín esse é mais um exemplo de qualidade e beleza. É o filme mais visto na Argentina desde os anos 80. Ele nos fala sobre paixão.

O que esconde o olhar? Sobre o que nossos olhos falam? O título do filme é amplamente justificado, pois sempre nos vemos presos aos olhares dos personagens. Com paixão, tensão, tristeza, dor, amor, saudade. O olhar que reflete o sentimento que em cada momento de nossas vidas desperta de uma forma diferente.

O filme mostra como somos reféns de nossas lembranças. E que passado e presente estão em aberto; assim, ficamos marcados pelo que nos aconteceu. A partir de nossas paixões, e por elas e com elas, nos movemos e sofremos; e desta forma nos sentimos "obrigados" a viver em função de nossas paixões. Muitas vezes sem escolhas aparentes.

A beleza do filme, além do roteiro e direção impecável, vem também da direção de arte, fotografia, maquiagem, edição e um elenco afiado que consegue brilhar em cada momento. Rimos e choramos com a realidade. Romance, fino humor, suspense... Tudo junto em uma obra-prima. Um dos melhores filmes que eu já vi.

Um comentário:

  1. Se', eu adorei o filme. Mas tem uma dimensao importante do filme que nao pode ser negligenciada. Como outros filmes do Campanella, tem um aspecto politico importante que determina os contours dessa paixao de que voce fala: a relacao dama e vagabundo, a aristocracia e a base da piramide social, as relacoes de classe, a ditadura. Tudo isto esta' presente e faz parte da estetica do filme e tambem dos olhos deles.
    Um filme absolutamente imperdivel. Lindo, fascinante, e politicamente relevante.

    ResponderExcluir